Sentenças de Ibn Ata Allah al-Iskandari

Por Jamal al-Murb Gnosiya

segunda-feira 22 de Fevereiro de 2010


Nada é mais benéfico para o coração do que o retiro (khalwa) espiritual, com o qual entra no domínio da meditação.

­ As nuvens das coisas criadas [pela mente] escondem o sol da gnosis (marifa).

­ Enquanto estás neste mundo não te surpreendas com a existência do sofrimento.

­ O que está depositado no mundo invisível dos corações secretos se manifesta no mundo visível dos fenômenos.

­ Os que viajam até Ele possuem como guia a luz de sua orientação.

­ Estar buscando vícios ocultos em ti é melhor do que estar buscando realidades invisíveis que estão veladas.

­ O Real não está velado a ti – tu é que estás velado para vê-lo.

­ Que a tua aspiração não se desvie ao que não é Ele.

­ Nenhum ato que surge de um coração que renuncia é pequeno.

­ Não abandones a invocação porque não sentes nela a presença de Allah.

­ Ele te enviou uma inspiração para tirar-te do cárcere de tua existência.

­ A luz é o exército do coração [de seus centros secretos].

­ A intuição pertence à luz.

­ O gnóstico é quem, através de sua extinção [fana] em Seu ser [em Allah] e de sua absorção ao contemplar-lhe, não tem relações simbólicas.

­ O gnóstico só encontra repouso em Allah.

­ Somente o ignorante despreza a recitação da litania. A litania é o que Ele busca de ti.

­ Há uma luz depositada nos corações – os corações mais secretos do ser são os locais onde surge a luz.

­ Nada inquieta mais o “eu” do que a Verdade.

­ Esvazia teu coração e preencha-o com intuições gnósticas e mistérios.

­ As realidades interiores chegam sinteticamente no estado de iluminação.

­ Quem se atribui humildade é verdadeiramente orgulhoso.

­ A meditação é a viagem do coração – é a lâmpada do coração.




Enviar uma mensagem

Facebook